Harley-Davidson planeja 100 novos modelos para os próximos 10 anos

Harley-Davidson já havia revelado os planos de produzir sua moto elétrica nos próximos anos, porém, a montadora americana não vai parar por aí. Para os próximos 10 anos, a marca planeja lançar 100 novos modelos.

O plano foi revelado por Bill Davidson, vice-presidente do museu Harley-Davidson e bisneto do fundador da marca, à publicação australiana “Drive”. Questionada pelo G1, a empresa confirmou os novos modelos.

“A Harley-Davidson está com um planejamento ambicioso, mas nada ainda de detalhes”, disse a Haley-Davidson do Brasil.

Família de motos elétrica?

Ainda não há uma confirmação oficial, mas o projeto Livewire, que desenvolve a moto elétrica da empresa desde 2014 (o G1 já experimentou a moto, assista ao vídeo aqui), pode dar origem a não uma, mas sim a uma família de motos elétricas.

G1 testou: Harley-Davidson elétrica

Ainda como protótipo, o modelo tem 74 cavalos de potência e 7,14 kgfm de torque, números dignos de um modelo de médio porte com propulsor movido a combustão.

O modelo faz capacidade de fazer de 0 a 100 km/h em 4 segundos, segundo a fabricante, a moto transmite uma aceleração contundente. Essa “veia” radical também é percebida no posicionamento do motociclista que, apesar de natural e confortável, insinua uma dose de esportividade.

A Harley-Davidson diz que a moto é capaz de atingir 148 km/h de velocidade máxima limitada eletronicamente, número que poderia ser maior, mas teve de ser restringido por regras de legislação.

Outra novidade que deve estar neste pacote é uma substituta para a V-Rod, o modelo mais esportivo da marca, que saiu de linha.

Harley-Davidson Street Rod 750, um dos lançamentos recentes da marca (Foto: Divulgação)

FONTE: AUTO ESPORTE