FOTOS: Polícia Ambiental e Ministério Público cobram Licenças Ambientais do Evento “Red Bull Minas Rider”

Na tarde da última quinta-feira, 18 de maio, A Polícia Militar de Meio Ambiente esteve na Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Ouro Preto cobrando maiores esclarecimentos sobre o evento “Red Bull Minas Rider”, que está acontecendo nesta semana e que inclui áreas de preservação ambiental de Ouro Preto como trajeto.

Na programação do evento, consta a passagem de motos de trilha pelo Monumento Natural Grupa Nossa Senhora da Lapa e a APA das Andorinhas, área esta que pertence ao Estado de Minas Gerais.

A Secretaria de Meio Ambiente não apresentou à Polícia Ambiental nenhuma autorização dada por ela e nem pelo CODEMA permitindo que o evento ocorresse nos limites da Zona de Amortecimento da Gruta da Lapa. Também até então ainda não foi apresentado pelo empreendedores nenhuma autorização dada pelo Instituto Estadual de Floresta – IEF e do(a) gestor(a) da APA das Andorinhas, permitindo que o evento acontecesse.

A Polícia Ambiental destacou que para a realização do evento, houve muita degradação ambiental nas áreas envolvidas, como supressão de vegetação, desvio de curso d’água e degradação das trilhas.

Manifestação do Ministério Público sobre evento “Red Bull Minas Rider”

O Ministério Público também está atento a situação. Cobrou da Procuradoria Geral do Município, via ofício, às licenças ambientais pertinentes para que o evento ocorresse. O MP havia se reunido com os empreendedores na segunda-feira. Os empreendedores haviam relatado na reunião que acataram a sugestão da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de usar a rota que passa pela zona de amortecimento da Floresta Estadual do Uaimii.

Acontece que a gerente da FLOE Uaimii manifestou-se contrária a passagem do evento pela Zona de amortecimento da FLOE Uaimii, tendo tal questão sido pactuada inclusive junto a Diretoria de Unidades de Conservação do IEF.

Mesmo que não houvesse a manifestação contrária da gerente da FLOE Uaimii, parte da passagem das motos ocorre em área que está em litígio na justiça. Devido a indefinição do limite da área da Floresta Estadual do Uaimii, há uma decisão judicial de que não haja quaisquer concessões,  licenças ou autorizações com objetivo de intervir em áreas da Floresta do Uaimii com fins exploratórios e econômicos, em razão da divergência da área.

Apreensão de Motos de Competidores

Na manhã desta sexta-feira (19), a Rádio Ouro Preto informou que a Polícia Ambiental fez apreensão das motos dos participantes do evento devido à falta de licença ambiental.


FONTE: MAISMINAS